GEORGE MASCARENHAS

George MascarenhasDoutor em Artes Cênicas (PPGAC/UFBa), Mestre em Artes pela Universidade Federal da Bahia, Diploma de Mímica Corporal Dramática pela Ecole de Mime Corporel Dramatique (Londres-1998), Licence de Estudos Teatrais pela Université de la Sorbonne Nouvelle – Paris III. Preparador corporal dos espetáculos e projetos Cuida bem de mim (Liceu de Artes e Ofícios da Bahia), Os miseráveis (Projeto Axé – Theatro XVIII), Volpone e Carne Fraca (Dir. Fernando Guerreiro), Policarpo Quaresma (Núcleo do TCA – Luiz Marfuz), dentre outros. Professor Adjunto na Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia, é pesquisador e autor de diversos artigos sobre a mímica corporal dramática. Idealizador e coordenador do conselho editorial da Mimus – Revista on-line de mímica e teatro físico. Coordenador dos projetos Oficinas gratuitas de mímica e teatro físico e Viva Mímica. Como ator, participou de diversos espetáculos, destacando-se Josephina, a Cantora dos Ratos (dir. Márcio Meirelles), Cinema Cantado (dir. Luiz Marfuz), A conspiração dos alfaiates e Canudos – A guerra sem fim (dir. Paulo Dourado),  Sarau Atrás do Trio Elétrico, Bloco dos Infames (dir. Filinto Coelho), The fall of the house of Usher (dir. Steven Wasson). Ator e realizador do monólogo Francisco (dir. Nadja Turenko). Ator e diretor nos espetáculos Alegria de Viver (2009) e Jogo da Memória (de Deborah Moreira).