Refazendo Salomé

Uma mulher à procura de um lugar onde possa existir. Uma voz que deseja ser escutada. Uma história abafada pela versão oficial.

A conhecida história de Salomé é revisitada pela Mimus  para falar das muitas mulheres cujas vozes foram abafadas,  caladas, que tiveram de lutar para serem escutadas.

Ameaçada pela tirania e enfrentando o discurso opressivo do poder político instituído por sua mãe e padrasto, Salomé luta pela liberdade, enquanto tenta refazer a sua história para livrar-se da acusação de ter sido a responsável pelo assassinato de João Batista.

Tendo a voz de Salomé como eixo central, o espetáculo aborda temáticas e discussões contemporâneas como a exploração midiática de versões diversas de um mesmo fato, a necessidade de ver a história com novos olhos, o lugar do feminino na atualidade, as questões como poder, imagem, política e violência. Refazendo Salomé cruza vozes do passado e do presente, de mulheres em busca de sua própria verdade.

 

Ficha Técnica

Texto e atuação: Deborah Moreira
Direção: George Mascarenhas
Figurino: Marcio Akiyoshi
Iluminação: Luciano Reis
Assistente de iluminação: Otavio Correia Neto
Direção Musical: Luciano Salvador Bahia
Musicistas: Daniela Penna e Isis Carla
Coordenação técnica:  Antonio Kika
Fotos: Sora Maia
Design gráfico: Tina Guedes

 

Temporadas

Estreia: 15 de outubro de 2016, Museu de Arte da Bahia

Temporadas:
Museu de Arte da Bahia (Salvador -BA) – out/nov 2016
Teatro Gamboa Online  (Salvador – BA) – jan/2021 (transmissão ao vivo)